Business

DIA DOS PAIS...

rb1

A todos os pais, e que o Pai nos abençoe

Quero dedicar estas palavras aos pais que por diversos motivos, não podem estar presentes.
Aqueles que estão na frente de combates numa época que teima em ainda haver guerras. Aqueles que não estão na segurança de seus lares e sim embarcados vigiando o litoral de suas nações. Ou nas fronteiras, protegendo invasões e ações pérfidas e desonestas.

Aqueles pais que estão nos hospitais salvando outros filhos, ou apagando incêndios que ameaçam outros pais.
Quero homenagear os pais que estão adoentados e impedidos de receber seus presentes, e mesmos aqueles pais que erraram e estão nas grades frias dos cárceres. Pois por pior que se possa agir, nunca deixarão de serem pais. Mesmo que se esqueçam disso, está lá marcado em seu perispírito a dádiva, e a responsabilidade para sempre, até cumprirem a lição cobrada na escola da espiritualidade.

Quero aplaudir os pais que cumprem devidamente seus destinos, se dedicando e sendo honestos, são as mesmas pessoas fora e dentro de seus lares. Aqueles que conseguem suprir o essencial e até o supérfluo e não cobram. Aqueles que sofrem quando seus filhos vão embora precocemente, fisicamente ou porque não pertencem mais a esta Terra.

Quero deixar minha admiração aos pais que conseguem plantar raízes bem profundas e percorrem com êxito o caminho patriarcal, mantendo num mesmo laço amoroso toda a família.

E quero deixar meu voto de esperança aqueles pais que não tiveram em seus destinos a criação dos próprios filhos, tendo de trilhar sozinhos, ou cuidando de outros, vivendo o afastamento sem poder modificar o cenário vazio que resta. Tenho certeza que na atualidade, este fato é cada vez mais frequente, e ninguém pode julgar os acontecimentos, pois acima de tudo compreendo que caminhos são traçados e esta é uma grande escola. Não se pode acreditar ainda que o livre arbítrio seja tão irrestrito como apregoam.

E assim aprendi, que muitas vezes tentamos ser melhores, perfeitos, mas ainda não é possível. Desta forma aprendi a não julgar ninguém. Se há dentro do coração de um homem o amor paterno, então já está ali o arcabouço da experiência vivida, da trajetória percorrida. Se há erros, vamos aceitar que o tempo não é feito de existências, mas de eras, e cada um levará seu próprio tempo para atingir a perfeição junto aos seus, junto a sua família espiritual, junto aos encarnantes que lhe chegam, e o que importa é o sentimento que embala o coração, e a intenção de acertar. Aos poucos, nós, espíritos encarnados, vamos aprender a lição paterna, assim como um dia aprendemos a ser filhos, avós, ou apenas caminhantes solitários neste orbe terrestre.

Prossigamos então, prestigiando neste dia, os Pais de todos os tipos, mas acima de tudo, vamos pedir Paz ao mundo, e da maneira que formos, vamos ser melhores hoje, pois o amanhã consequente está logo ali.

 

Alex de Oxóssi

Ou simplesmente: Alex Hudson
COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

COMPRE NOSSO LIVRO - ATÉ 12x SEM JUROS

 POVO DE ARUANDA I, II e III

Clique na imagem e compre o livro!

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste