Business

TRANCA RUA DE EMBARÉ

trPara falar deste Exu quase desconhecido, temos de nos reportar a Santo Antônio.

Santo Antônio, nascido Fernando, teve uma infância comum em Lisboa, mas sempre ao seu redor ocorriam coisas sobrenaturais, como pássaros revoando nos recintos sob suas ordens. Na juventude, encontrou-se com frades franciscanos que esmolavam para ir até Marrocos. Ao saber que tais frades haviam sido barbaramente chacinados pelos muçulmanos, resolveu aderir à Ordem franciscana e ir até Marrocos, disposto a tornar-se mártir também. Lá chegando, não conseguiu seu intento, pois adoeceu e teve de voltar. No caminho de volta, o “destino” o fez encontrar-se pessoalmente com Francisco de Assis, e assim tornou-se um dos maiores divulgadores dos pensamentos de Francisco, levando uma vida de pobreza, generosidade e profunda reflexão. Efetuou curas e milagres e assim tornou-se ao final da vida, em Pádua, aquele que depois foi considerado santo.

O Visconde de Embaré, devoto de Santo Antonio, construiu a igreja de Santo Antonio de Pádua, construção esta que teve sua obra suspensa por conta da guerra. Posteriormente, finalizaram e a mesma se tornou Basílica, com afrescos representando a vida de Antônio de Pádua.

Conta-se que no Brasil, os escravos sincretizavam os santos católicos, participando das festas, mas na verdade aproveitavam estes festejos para reverenciar seus Orixás secretamente. Como nas festas de Santo Antonio sempre havia fogueiras, pelo fogo associaram Santo Antonio a Exu, e assim até hoje, a Umbanda cultua Santo Antonio como o representante maior dos Exus. Algumas imagens de Santo Antonio o representam com um lírio na mão direita, significando pureza e uma chama de fogo na mão esquerda,simbolizando a caridade.

Esta conexão de Santo Antônio e a família Embaré, pode talvez nos levar ao senhor Tranca Rua de Embaré, e como todos os guardiões, faz a conexão entre o mundo espiritual e o físico, trazendo as características de seriedade, reflexão, intelectualidade, fraternidade e rigor que permeava a personalidade de Santo Antônio.

Ao estudar a história do mundo, podemos notar que Santo Antonio foi atraído em seu tempo por movimentos que eram contrários a toda linha de pensamento católico. Inicialmente,foi um sacerdote Agostiniano, mas posteriormente aderiu à Ordem Franciscana. Como já vimos, impressionou-se com os mulçumanos, e sabemos que centenas de anos depois, os negros malês, mulçumanos de origem africana que foram também escravizados, trouxeram seus conhecimentos milenares do antigo Oriente, sua magia, que foi absorvida na formação do candomblé brasileiro, o que também ocorre nas linhas de Umbanda cruzada.

Posteriormente, Antônio de Pádua, ou Antonio de Lisboa, deparou-se com a filosofia dos cátaros ou albigenses, que incomodavam tanto a igreja católica, que contra eles foi organizada a 3ª Cruzada, que os levou à destruição total, por volta do ano de 1240. Não sabemos quanto de influencia o pensamento cátaro conturbou os pensamento de Antônio, que na época tentava a sua maneira demovê-los de suas ideias. Os cátaros abominavam a corrupção que imperava na igreja naqueles dias, e voltavam seus estudos apenas para as escrituras dos primeiros apóstolos, não aceitando os dogmas do batismo, comunhão, eucaristia e tinham suas ideias próprias sobre casamento. Acreditavam que o homem já nascia com aptidão para o mal, e tentavam combatê-lo com boas ações e pensamentos, e este pensamento rebelde para a época, decretou sua pena de morte. Na época, Antônio de Pádua tentou trazê-los de volta aos preceitos católicos, sem êxito. Porém, na espiritualidade ele deve ter constatado as infâmias que os religiosos praticavam em nome de Deus, e já como espírito, por certo começou a ter a dimensão do Bem e do Mal verdadeiro.

O que podemos comentar, é que embora não saibamos muito sobre o Senhor Tranca Rua de Embaré, podemos nos lembrar de Santo Antonio homenageado pelo Visconde de Embaré, que tentou imortalizar a história e a obra de Santo Antonio, e nos reportar à vida deste santo, no ponto de vista de alguém que muito aprendeu, e que provavelmente no mundo espiritual, seu espírito antigo conseguiu compreender que as diversas formas de encontrar Deus não são melhores ou piores, e sim deve-se agregar o conhecimento das inúmeras fontes de conhecimento, pois todas elas levam ao Pai. Além deste enorme saber, agora, como espírito ascensionado, ele continua atuando, espalhando a Caridade, a Responsabilidade, a Firmeza de Caráter, e tem como seus seguidores estes espíritos que lutam por nós e para nós conduzindo a Chama de Luz entre os mundos.

Então, da mesma forma, devemos prosseguir, convivendo com as diferentes crenças, caminhos e situações, mas pautando no exemplo daqueles que venceram, dentro das imperfeições mundanas o preconceito, a ganância, a ignorância da Verdade.

Exu não nos quer santos, mas ativos dentro da energia de vida que cada um recebe, utilizando seu tempo na Terra para aprender, conhecer e entender, seja através dos livros, seja através da experiência própria, os vários caminhos que existem, e através do aprendizado, muitas vezes através do fogo do sofrimento, vamos nos moldando, transmutando na alquimia da Existência, para galgar, como eles, os inumeráveis degraus da Verdadeira Vida.
Exu quer compreensão, quer percepção do Certo e do Errado, quer que cada um de nós siga construindo sempre, edificando boas obras para que outros sejam beneficiados. Exu não quer lamentações, nem admite oportunismos, mas sempre que precisar, pode pedir a Exu a coragem e proteção necessárias para uma vida que não seja em branco, que tenha um objetivo, uma função, um significado.

Laroyê, Exu! – és o mensageiro!
Exu é Mojubá – meus respeitos, eu te saúdo Exu!

ORAÇÃO AO SENHOR TRANCA RUA DE EMBARÉ

Exu Tranca Rua Oração
Agô!
Reverência a vós, que é mistério sagrado da criação, é manifestação divina, peço que possa se manifestar entre nós conforme nosso merecimento, com seu poder, com sua força e magnitude, pelo caminho tribal que emana de vós, pelo caminho só vós conheces, pela força que só a vós pertence, força que você pertence, e pelo poder de trancar a vós concedido eu lhe peço
Que as barreiras que habitam em mim sejam trancadas.
Que o ouvido e sentimentos impuros que emanam de minha alma sejam bloqueados.
Quaisquer falsidades que emanam de mim sejam trancadas.
Que o rancor e a miséria que vive em meu coração sejam trancadas
Que a dissolução e superficialidades que nasçam de minhas palavras sejam obliteradas.
Que o egoísmo e a maldade que transcendam em minha mente sejam bloqueadas.
Que a palavra feia da minha boca e os pensamentos da minha cabeça contra o próximo, sejam trancadas .
Que a capacidade que os meus olhos têm de amaldiçoar e destruir, seja trancada .
E assim, a fonte primária de toda a criação, transcenda a tudo isso , e que através de sua essência mágica:
Destranque todas as portas do meu caminho
Destranque todas as passagens do meu dia
Destranque todas prosperidade materiais e espirituais .
Destranque o meu coração das amarguras .
Destranque o meu sustento todos os dias.
Destranque o meu corpo espiritual e o meu corpo material da agonia, do desespero que se escondem em cada noite
Destranque o meu trabalho, meus negócios e meu lar.
Destranque meus martírios familiares.
Destranque os meus olhos para as maravilhas do mundo espiritual.
Destranque a minha liberdade .
Pois és Força Sagrada do Divino Criador e portador supremo da vitalidade!
Salve misterioso Senhor Tranca Rua de Embaré!
Laroiê !

 Alex de Oxóssi

Rio Bonito - RJ
















Fontes consultadas
Ordem dos Frades Menores Capuchinhos
Templo Espírita Caboclo Pantera Negra
Genuína Umbanda
Exú e Pomba Gira na Umbanda
COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

COMPRE NOSSO LIVRO - ATÉ 12x SEM JUROS

 POVO DE ARUANDA I, II e III

Clique na imagem e compre o livro!

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste Teste